Segunda Sem Carne

Desafio Segunda Carne!

Olá meus lindos terráqueos! Tudo bem com vocês? O post dessa semana é sobre o desafio “Segunda sem Carne”.

No post da semana anterior eu expliquei um pouquinho para vocês sobre o que é essa campanha e desafiei meus companheiros de equipe a encararem esse desafio!

Eles deveriam fazer pelo menos uma refeição sem carne e contar sobre como foi a experiência.

E aí, vamos ver como eles se saíram? 

Tatiane Santana – Colunista Cultura Pop e Criadora e Redatora do Escritora de Quinta

“Confesso que pensei estar diante de um desafio tenebroso ao encarar um dia  sem  carne.  Ainda mais indo a um restaurante normal que não era especial para veganos.

C360_2017-07-29-22-48-31-246

Inicialmente minha atitude foi tentar suprir a falta da carne e lotar meu prato (como podem ver na  foto), mas depois percebi que é comida, minha gente, satisfaz tanto quanto um filé de carne. A única coisa é o costume, a rotina em sempre ter uma mistura no prato, seja ela frango, peixe ou carne. Não tê-lá na refeição não me fez passar fome, o que a carnívora aqui achou que passaria. Sim, eu passei o dia sentindo falta da carne, mas com a consciência de que era apenas pelo costume que tenho e não pela necessidade. Acho até que farei outros dias desse desafio para ver como reajo. Será que consigo uma semana? Alô, Helô, me aguarde! ” 

Jú Pass – Colunista de Comportamento e Criadora e Redatora  do Descomplica os Trinta

De cara rolou uma tensão pré desafio, com dúvidas do que comer, se iria me satisfazer e se agradaria meu paladar e olha a experiência foi realmente positiva. A pedida foi um sanduíche vegetariano, com mix de legumes e queijo, no pão italiano e alem de super saboroso, fiquei realmente satisfeita e de verdade, não senti falta nenhuma da carne, o que para mim que me alimento diariamente dela, foi uma surpresa””.

Fábio São Pedro – Colunista Clube do Bolinha e Criador e Redator do Limbo Reverso

“A Helô convidou os demais integrantes do Geração Touch para vivenciarem a experiência de fazer uma refeição vegetariana ou vegana. Bem que sugeri passar um dia inteiro como 

vegano, mas pra quem nunca fez isso, achei que seria um pouco difícil ser tão radical e pular etapas. Então voltei  atrás e, a princípio, experimentei apenas um almoço vegano.
Segunda sem carneA experiência foi incrível e reveladora! A falta de carne não fez falta nenhuma. E me senti mais saciado e mais leve depois de comer. Procurei substituir as proteínas da carne por grão de bico e lentilha. Como não conheço muito sobre os nutrientes de cada alimento, busquei pelo menos variar o prato com legumes, grãos, folhas, de um jeito que ficasse mais colorido (dizem que assim fica mais equilibrado). O resultado foi ótimo, porque demorei pra sentir fome depois, sem falar do gosto delicioso. E minha sobremesa também está no prato…a banana frita, sou fã. A vontade agora é de experimentar mais pratos veganos, e logo cumprir o desafio de ser vegano por um dia, ou por uns dias quem sabe…Vivam também essa experiência, e comentem!”

Michelle Graça – Colunista de Viagens e Criadora e Redatora do Michellândia

Nesse mês de estreia, Helô nos propôs uma desafio que me trouxe muita consciência sobre o que comemos: A segunda-feira sem carne!

Segunda sem carne
Restaurante Apolo – kilo

Abrindo meu coração para vocês, já venho pensando em tirar a carne vermelha da minha vida algum tempo. Sempre que possível opto peixes, frango e soja, tornando minha alimentação um pouquinho melhor (ok eu adoro uma besterinha no estilo coxinha e brigadeiro).

Para cumprir o desafio, busquei realiza-lo em dois dias diferentes buscando diferenciar o tipo de restaurante escolhido: o primeiro, um restaurante por kilo com grande variedade e, o segundo, um restaurante gourmet.

Minha primeira impressão é que no kilo as opções são bem variadas, sendo impossível não conseguir suprir a ausência da carne e passar o dia muito bem. No restaurante gourmet senti uma dificuldade maior com relação a variedade, mesmo os pratos sendo mais elaborados e de encher os olho, acabei pegando mais quantidade com menos variedade. No restaurante gourmet você encontra receitas bem criativas, ótimo para inspirar-se e praticar em casa. No kilo tudo é mais simples, porém saboroso e com muita qualidade.

Segunda sem carne
Restaurante Zucca – Culinária alternativa

A carne nos dois dias não me fez falta, me senti disposta e satisfeita durante o dia, não tendo aquela sensação de que o almoço não foi valido e sendo necessário comer algo a mais pela tarde. Esse desafio também me trouxe uma reflexão sobre sermos o que comemos e como uma alimentação mais balanceada, focando em legumes, verduras e frutas podem ajudar na sua disposição e saúde.

Por fim, entre o restaurante gourmet e o kilo, ficaria com o kilo. Mesmo sendo o mais simples, achei mais fácil montar o prato com a variedade oferecida. Adorei o desafio e pretendo fazer dele um habito nas minhas segunda 😉

Jú Brochinni – Colunista de Moda e Beleza e Criadora e Redatora do Blog Juliana Brochini

“Bem nunca gostei muito de legumes e verduras, e assim que surgiu a ideia do Blog Geração Touch a Helô nos convidou a participar da segunda sem carne, todos aceitamos é Segunda sem carneclaro!! Porém depois a minha ficha caiu e eu pensei, e agora o que vou comer???? Pesquisei na internet, e nos sites sugeridos por ela, e encontre muitas coisas para poder fazer e que pareciam muito interessante e gostosa. Resumindo, este tempo que comecei a participar da segunda sem carne eu gostei muito e pude provar para mim mesma que verduras e legumes podem sim ser gostosos, e agora depois de praticamente 4 semanas fazendo isso toda segunda feira, onde era para ser somente 1 segunda, se tornou um grande e maravilhoso habito e agora não consigo comer carne nas segundas e também coloquei isso nas sextas feiras. O que tenho a dizer a Helô é muito obrigada por ter colocado um novo hábito na minha rotina de comida, pois eu já sentia que eu tinha que melhorar este hábito, e agora não consigo tirar ele da minha rotina. Muito obrigada mesmo!!”

Hanna Carolina – Colunista de Literatura e Criadora e Redatora do Mundinho da Hanna

“Olá meu povo como estamos? Meu nome é Hanna Carolina fui desafiada pela Helô a ter uma “Segunda sem carne” e contar a minha experiência. Bom, o que posso dizer quanto

Segunda sem carne

 a isso. Eu já tive essa experiência algumas vezes, não necessariamente numa segunda feira, mas de vez em quando eu simplesmente não como carne.

Substituo a carne por uma salada de legumes ou verduras mesmo, algo bem colorido. Além de sair mais barato que comprar carne, posso variar mais nas cores da minha saladinha do que variaria com pratos que levem carne.

Se vou deixar de comer carne um dia? Não! Me julguem. Eu gosto muito de churrasco  e sei o quanto as proteínas da carne são importantes para nossa saúde. Mas isso não quer dizer que não possa sobreviver a alguns dias sem tê-la nas minhas refeições =)”

Helô Lofrano – Colunista do Diário de uma Vegetariana e Criadora e Redatora do Onde Cê Vai Loko?

“Minha experiência com o vegetarianismo iniciou-se em 2009 e hoje não são somente as minhas segundas que são sem carne, mas sim todos os meus dias rs

Nesses 8 anos de caminhada por esse “mundo vegan” eu aprendi muita coisa e uma que levo pra minha vida é de que nenhuma vida é mais importante que a outra. Ouve-se muito falar da importância das proteínas na vida do ser humano, e eu de fato concordo que uma dieta deve ser rica em todos os nutrientes que são necessários para o desenvolvimento de qualquer pessoa.  Segunda Sem CarneFoi por isso que ao decidir tirar a carne da minha vida, passei por uma nutricionista. E aprendi que posso ser saudável sim e me alimentar dentro da minha ética. Não passo fome, não sou obesa, não sofro de pressão alta nem diabetes, não sou depressiva, estudo, trabalho, pratico musculação, não tenho deficiência de nenhum nutriente e não falo igual Caetano Veloso (só quebrar a tensão hahaha), contradizendo muitas “informações” que vemos na mídia.

Tá aí o Mike Dulce que não me deixa mentir: “Uma das figuras mais conhecidas no mundo do MMA quando se trata de nutrição, Mike Dolce, o criador da “The Dolce Diet”, realizou a dieta vegana durante três meses apenas para compreender sua dinâmica. O treinador contou que precisou fazer refeições mais variadas, e garantiu que o maior obstáculo que pode atrapalhar um praticante do esporte a aderir ao veganismo é a “preguiça” em variar refeições. Já que na carne temos mais concentração de proteína, porém, o mesmo pode ser encontrado em uma dieta “plant based”, você só vai precisar ingerir mais variedades de fontes de proteínas. “

Espero que tenham gostado dessa interação e sejam sempre bem-vindos 😉

helo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s