Couchsurfing: uma ótima alternativa de hospedagem

Olá Touchianos 😉

Em minhas buscas por novidades e alternativas que facilitassem o universo dos viajantes, observei uma tendência que uni hospedagem de baixo custo com à possibilidade de novas amizades, e (de quebra) um anfitrião de viagem: O Couchsurfing.

CS_PrimaryLogoOrange10092012Foto: Divulgação / Couchsurfing 

Como funciona?

Tudo é bem simples: o site viabiliza o contato entre pessoas que buscam um local para se hospedar com anfitriões que disponibilizam um sofá (algumas vezes um quarto) para viajantes, a baixo custo, ou até mesmo de graça. Pensando de uma forma mais prática, é uma rede social que promove a interação entre quem viaja com quem hospeda. A grande sacada dessa experiência, além da economia nos custos, é a possibilidade de ter-se um anfitrião que tornará sua viagem uma vivencia inesquecível.

Para que sua experiência, na plataforma do Couchsurfing ,seja um sucesso, separei algumas dicas para facilitar na busca do sofá que atenda seu perfil.

  • Preencha o máximo de informações em seu perfil: Um perfil completo facilita que os anfitriões aceitem sua solicitação de hospedagem. Fale sobre você, suas preferências, hobbies, locais que já viajou, enfim, quanto mais completinho seu perfil for, mais interessante e confiável ele ficará.
  • Analise o perfil do anfitrião que você deseja solicitar hospedagem: Por mais que as politicas de segurança do site sejam fortes, é sempre bom zelar pela sua segurança. Leia o perfil do possível anfitrião e note se ele está completo, analise os interesses e veja o que vocês têm em comum. Observe as fotos do local e as exigências feitas por ele para você hospedar-se em sua casa. Empregue um tempinho-extra, lendo suas recomendações e comentários. A opinião de quem já passou um tempo com esse anfitrião tem um peso enorme na hora de decidir se é um bom local para você ou não.
  • Dedique um tempo para escrever sua solicitação com um toque pessoal: Quando sua busca for por um local acirrado, a dica é destacar-se na multidão. Para isso, além do perfil completo, dedique um tempo à elaboração da sua solicitação, destacando o que vocês tem em comum, elogiando a casa onde você pretende ficar, colocando um toque pessoal ao texto, a fim de criar uma empatia do anfitrião com a sua solicitação.
  • Seja um bom hospede e anfitrião: A palavra aqui é empatia. Você esta na casa de alguém que te recebe e se prontifica em ser seu anfitrião.  Seja cordial, cuide do seu espaço, não seja inconveniente e, sempre que possível, ajude nas tarefas da casa. Quando for sua vez de ser anfitrião, primeiro só aceite se realmente estiver disposto a receber essa pessoa, tendo em mente que seu hospede não tem a vivencia do local necessitando sempre da sua atenção e ajuda. Se puder acompanhá-lo nos passeios, excelente! Caso não possa, disponibilizar dicas, mapas, folders com a descrição dos locais a serem visitados pode ser de grande ajuda e cordialidade. Disponibilizar uma tarde ou noite para levar a pessoa a um restaurante ou conhecer um lugar bacana na sua cidade, pode ser legal! Com certeza esse passeio será inesquecível ao hospede..
  • É sempre bom lembrar: Quando estiver partindo para sua aventura, deixe familiares ou amigos informados sobre o nome de seu anfitrião e seu endereço. Ao menor sinal de perigo, busque ajuda.

Você já viveu essa experiencia? Conte nos comentários como foi!

Au Revoir, Ciao, Hasta Luego, See you later, Até logo!

 

bio-michelle

Foto Capa: Alexandra München

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s